• Home
  • Blog
  • Pensando em investir em uma franquia de motel? 5 fatores para analisar

Pensando em investir em uma franquia de motel? 5 fatores para analisar

Pensando em investir em uma franquia de motel? 5 fatores para analisar

Investir em uma franquia de motel demanda bastante cuidado por parte do empreendedor. Embora esse pareça um modelo de negócio simples de ser executado, a escolha de um franqueador é essencial para evitar dores de cabeça futuras. Afinal, o suporte fornecido será importantíssimo para o sucesso da sua empresa.

Além disso, você precisa avaliar se o seu capital disponível é suficiente para abrir um bom ponto comercial e mantê-lo nos primeiros meses, quando o fluxo de caixa é muito baixo. Portanto, são vários os fatores a serem analisados antes de tomar a decisão final.

Pensando em ajudá-lo, preparamos este artigo especialmente para você. Continue a leitura e veja a quais questões você deve ficar atento!

1. Investimento necessário

Ao planejar qualquer negócio, o primeiro passo é estimar o capital que tem disponível para iniciá-lo. Ou seja: avalie todo o dinheiro que já tem guardado, os créditos pré-aprovados no banco, empréstimos garantidos, financiamentos disponíveis, investidores etc.

Assim, você saberá todo o dinheiro de que dispõe para as despesas iniciais e a manutenção do negócio antes que comece a entrar uma receita significativa. Com essa estimativa em mãos, procure por oportunidades de negócios ideais e seguras para o seu aporte de capital.

Então, será a hora de analisar a proposta de empresas que estão procurando sócios ou filiados. Nesse sentido, as franquias são as opções mais seguras, pois contam com maior renome no mercado e um modelo de negócios consolidados. O ideal é procurar por franquias mais antigas e com maior número de lojas. Esse será um bom indício de segurança.

No entanto, também é preciso analisar o custo de cada uma delas e, nesse caso, algumas taxas podem estar escondidas no contrato.

Taxa de licenciamento

Trata-se do preço que você paga por utilizar a marca e o modelo de negócios do segurado. Como estamos falando de uma licença, fique atento quanto ao prazo de utilização. Algumas franquias licenciam seus produtos por dez anos e, após esse período, é preciso renová-la — o que pode gerar um custo muito elevado. No entanto, tudo isso é negociável com o franqueador.

Taxas de marketing

O franqueador também pode julgar conveniente fazer campanhas extras de marketing. Nesse caso, o valor necessário será rateado entre os franqueados (se tal possibilidade estiver prevista no contrato).

Taxa de implementação

A taxa de implementação refere-se ao custo de colocar a franquia funcionando com os elementos certos para o sucesso. Geralmente, isso pode incluir ajuda para a compra e instalação de móveis e maquinário, os projetos de design de ambiente, o treinamento de funcionários etc.

Mensalidade, semestralidade ou anuidade

Por fim, sempre há algum taxa a ser paga periodicamente (mensal, semestral ou anualmente). Esses valores ajudam a manter os gastos com o marketing cotidiano, a administração e as operações do franqueador.

Pode parecer muita coisa, mas geralmente os custos ainda são bem menores do que se você começar um negócio do zero. Além disso, a possibilidade de retorno financeiro é mais garantida.

2. Suporte do franqueador

Outra pergunta a ser feita para o franqueador é a respeito do suporte ao franqueado. Há vários momentos nos quais você precisará de uma ajuda mais experiente, como os que separamos a seguir.

Escolha do ponto e decisões comerciais

Certifique-se de que o franqueador tenha uma equipe experiente, capaz de auxiliá-lo nos aspectos mais importantes das decisões comerciais (como a escolha do ponto). Afinal, a localização é a alma de um motel. Essas pessoas devem ir a campo com você, para explicar cada detalhe.

Outras questões para as quais você precisará de suporte são:

  • escolha de equipamentos (lavanderia e cozinha por exemplo);
  • fornecimento de matéria-prima;
  • escolha de fornecedores de produtos e serviços;
  • lançamento de campanhas iniciais de marketing.

Dúvidas

Durante o funcionamento do seu negócio, você certamente terá muitas dúvidas em relação tanto à gestão diária de uma empresa quanto ao próprio sistema de franquias. Nesse sentido, o franqueador é o seu principal parceiro. Portanto, verifique se ele conta com vários canais de atendimento, como telefone, WhatsApp, e-mail e chats internos.

Pergunte também se essas mídias são operadas por pessoas de verdade, pois nada pior do que tirar dúvidas complexas com robôs de atendimento. Além disso, confira há alguma equipe de suporte presencial, que forneça respostas rápidas para resolver problemas maiores e estruturais.

3. Estabilidade da franquia de motel

Você não deve se impressionar apenas com números superlativos, como: “temos mil franqueados em todo o país” ou “tivemos uma receita de 500 milhões no ano passado”. Os dados absolutos, sem uma análise profunda, só servem para confundir o investidor. Abaixo, descubra quais indicadores devem ser observados.

Trajetória de crescimento

Você pode ter números de receita bem grandes, mas que representam uma queda nos lucros em relação aos anos anteriores. Por isso, peça ao franqueado uma relação da lucratividade nos últimos cinco anos e veja se há uma trajetória ascendente (os números crescem a cada ano) ou descendente (o contrário).

Número de franquias fechadas e abertas nos últimos anos

Outra situação possível é: o franqueador tem várias franquias abertas, mas os franqueados o estão abandonando cada vez mais. Por isso, quando os números forem apresentados a você, questione quantas lojas foram abertas e fechadas no último ano. Um resultado muito negativo pode significar um mau negócio.

Parcela no mercado

Além disso, é importante saber qual parcela do mercado o franqueador representa. Você não vai querer iniciar um negócio em que os competidores são muito mais fortes, não é verdade?

4. Responsabilidades contratuais

O contrato é o elemento da relação jurídica que liga você ao franqueado. Esse documento estabelece obrigações e direitos a ambas as partes, portanto leia-o atentamente para verificar o que você pode exigir do franqueador e quais são suas contrapartidas.

Isso evitará bastante dor de cabeça no futuro, pois o que for definido deve ser obedecido — mesmo que verbalmente as partes tenham dito o contrário. Então, não é na lábia do franqueador que você deve confiar, mas sim na documentação.

5. Possibilidade de conversão de bandeira

Mais um ponto muito importante é a possibilidade de conversão de bandeira. Mas o que isso significa? Às vezes, você já tem um negócio do mesmo segmento de determinada franquia, mas ele não está atingindo seu potencial.

Assim, recomenda-se procurar o franqueador e verificar a possibilidade de inserir seu motel na rede de estabelecimentos dele. Com isso, você abandona a marca original e passa a operar com o nome e os elementos de identidade da franquia licenciada. Esse processo permite um rebranding eficaz, com resultados mais rápidos.

Obviamente, não se trata somente de mudar de nome e faixada. É preciso se adequar a toda a identidade da franquia, o que pode incluir mobiliário, roupas de cama, produtos disponibilizados aos clientes, estratégias de marketing etc.

Nossas dicas são apenas o primeiro passo para que você decida se vale a pena investir em uma franquia de motel. Não se pode embarcar em um novo negócio sem analisar as diversas variáveis que predizem a possibilidade de sucesso financeiro. Como investidor, sua tarefa é estudar bastante para fazer as melhores escolhas.

Gostou deste artigo e quer receber as melhores dicas de gestão de motéis? Não deixe de assinar nossa newsletter!

Rômulo Simões

Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Doctum/ES. Atuou, desde 1997, no desenvolvimento de softwares para diversos segmentos. Em 1999 fundou a Microtecs Sistemas, onde atualmente dedica-se a gestão da empresa, buscando levar aos clientes os melhores produtos e serviços para o segmento moteleiro.
  • A Microtecs com o Sismotel, é uma ferramenta indispensável para a gestão Moteleira, trazendo agilidade e economia.
    Há uma interação dos gestores com colaboradores através do sistema com informações primordiais em tempo real.

    Junior Grecco, proprietário do Motel Fly / ES

  • Temos parceria com o Sismotel desde 2017. Em 2019 trocamos o sistema de automação por Smart-IN G2, onde cada módulo sustenta 4 suítes. É viável pois temos economia de energia e se houver algum problema na automação ficamos apenas com 4 suítes sem controle de energia e as demais com controle total. Sem automação ficamos a mercê da ação humana e impossível de controlar o consumo de energia.

    Elisa Tereza Sartori, gerente do Motel Eros/MT

  • “Vender não é fácil, mas se vende” agora o diferencial é o pós venda e o suporte após a venda. Nesse quesito a Microtecs está de parabéns!

    Flávia Regina, proprietária do Vip’s Motel – Formosa/GO

  • …implantamos a automação de energia nas suítes, e evoluímos para a plataforma online através do Analytics, tenho as informações em um clique em tempo real. Acho que o Sismotel possui a mesma cultura do nosso grupo, uma empresa com espírito de mudança continua, que evolui a cada dia.

    Daniel Dantas, proprietário dos Motéis Matury e Cajueiro/BA

  • Sismotel tem um ponto essencial que faz toda diferença em qualquer parceria entre empresas: A comunicação com eles é algo de muita excelência, realmente excepcional.

    Railson Lacerda, supervisor dos Motéis Dallas/DF e Palace/GO

  • Os resultados com economia de energia giram em torno de 25 a 30% ou mais. Já em relação a segurança antifraudes, ai sim os resultados foram bem expressivos, acima dos 60%, eu Claudiomir, digo que passa dos 70%, hoje nem penso em ficar sem esta Automação e muito menos sem o sistema , fora de cogitação, os resultados realmente foram bem satisfatórios, grau de satisfação 100%.

    Claudiomar, gerente do Yes Motel/ES

  • Por meio da implementação da ferramenta, há muito mais facilidade em gerenciar o controle de estoque e o fluxo de caixa, justamente pela ampla disponibilidade de relatórios que o sistema emite.

    Roberto Perezini, CEO do Kalú Motel, Ubá/MG

  • …atendeu todas as nossas necessidades levando um sistema inviolável e seguro além de trazer uma economia em todos os aspectos gerenciais do Motel, desenvolveu um sistema de gerenciamento de energia dentro das Suites proporcionando uma economia de mais de 30% na conta de Energia… Obrigado pela parceria e desejo que continuem com a mesma dedicação de sempre!

    Attila Miranda Barbosa, proprietário do Recanto Motel/ES

  • Ficamos tão satisfeitos que logo implantamos o Sismotel e automação em todos os 5 motéis. Hoje na palma da mão temos todo nosso controle e a Microtecs com profissionais capacitados e um suporte excelente.

    Douglas Maciel Azevedo, gerente da Rede Tropical de Motéis/RJ

  • Meu amigo Romulo, acho que já elogiei, mas gostaria mais uma vez de elogiar vc e sua equipe, sei que é obrigação de uma boa empresa prestar um bom serviço, mais isso tenho vivenciado na MICROTECS, conseguimos ficar tranquilo com relação a nossas demandas, independente de ser demanda ou solução de problemas.

    Rodrigo Parente, proprietário do Motel UP/CE

Quero enviar um depoimento