Blog

Desinfecção e esterilização quais são as diferenças

Quando o assunto é desinfecção e esterilização, muitas pessoas confundem os dois processos por não saberem que, embora os termos sejam parecidos e tenham a ver com o ato de higienizar, existem grandes diferenças entre eles.

No contexto da gestão de um motel, que é um tipo de estabelecimento que necessita de procedimentos de higienização rigorosos para garantir a segurança de seus clientes e evitar problemas com a vigilância sanitária, é fundamental entender precisamente sobre o assunto.

Pensando nisso, elaboramos este post com uma série de informações importantes que você precisa saber sobre desinfecção e esterilização, como são realizadas e por que são tão necessárias para um motel. Confira agora!

Quais as diferenças entre desinfecção e esterilização?

Os cuidados com a limpeza dos objetos do motel, como lençóis, camas, colchões, banheiros e tudo mais que há nos cômodos, são essenciais para evitar contaminações e problemas sérios com a legislação. Por isso, a desinfecção e esterilização são processos fundamentais que devem ser realizados rigorosamente no estabelecimento. Entretanto, será que você conhece a diferença entre cada um?

Desinfecção

É um procedimento de higienização capaz de eliminar uma grande parcela dos microrganismos presentes nos objetos e superfícies, se comparado a uma limpeza comum. Os principais elementos utilizados para realizá-la são o álcool e o cloro, em especial por conta da toxidade dos vírus e bactérias.

A desinfecção é recomendada em ambientes e objetos nos quais ocorre maior acúmulo de bactérias, como vasos sanitários, pias de cozinha, toalhas de banho, lençóis, entre outros.

Esterilização

Sem dúvida, muito mais eficiente e completa para eliminar microrganismos, a esterilização pode ser realizada por diferentes métodos. Um deles é por meio da alta temperatura (lavagem a seco), no qual é preciso que o tempo de exposição ao calor seja maior para que se alcance o objetivo.

Esse tipo de higienização também é comumente realizada em hospitais e salões de beleza, ou seja, ambientes que exigem uma limpeza de materiais que terão contato direto com a pele das pessoas.

Em um motel, é altamente indicado pelo fato de eliminar todas as formas de vida — fungos, esporos, vírus e bactérias — presentes nos objetos dos cômodos e itens utilizados para preparar as refeições servidas aos hóspedes.

Como os procedimentos devem ser realizados?

Para evitar quaisquer problemas com a vigilância sanitária, é imprescindível que os processos de desinfecção e esterilização sejam realizados com o acompanhamento de um especialista que indicará a maneira correta sobre os índices de tempo e temperatura para uma limpeza segura.

Por exemplo, objetos e superfícies que não têm problemas com umidade, a esterilização a vapor poder ser feita, pois é uma forma barata e eficiente para higienizar diversos tipos de materiais que se encontram em um motel.

Por que é importante saber realizar esses processos na higienização de um motel?

Porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é altamente rigorosa com a qualidade da higiene no setor de motelaria. Para que você tenha uma ideia, a própria agência fornece um documento orientando os gestores desse tipo de estabelecimento sobre como os processos de desinfecção e esterilização devem ser realizados para eliminar vírus e bactérias e, é claro, problemas com a legislação sejam evitados.

As informações abordadas neste conteúdo foram úteis para você? Então, provavelmente você se interessará também por nosso artigo com os pontos mais importantes sobre legislação de motel!

Continue lendo →
Gerindo reservas em motéis

Já aconteceu de o seu cliente chegar até o motel e ter que esperar para conseguir uma suíte devido à lotação? Ou, talvez, até tenha uma suíte disponível, mas não era a que ele desejava? Muitas vezes, diante dessas situações, os clientes preferem deixar o motel e partir para a concorrência, fazendo com que você perca um consumidor.

É aí que entram as reservas em motéis, um recurso já bem conhecido no setor hoteleiro e que vem mostrando que chegou para ficar também entre os moteleiros. Porém, gerenciar esse novo serviço pode ser um grande desafio, principalmente por se tratar de uma novidade, um processo que foge do que os seus colaboradores estão acostumados.

Quer saber como fazer isso? Então, leia este artigo e entenda mais sobre as reservas em motéis!

O crescimento das reservas em motéis

O setor moteleiro está em constante transformação, surgindo novos conceitos, serviços e tecnologias inovadoras todos os anos. Entre elas está o recurso de reservas, algo que já era comum na hotelaria, porém, ainda não havia ganhado espaço entre os motéis.

Hoje, a situação é outra. Com o avanço da tecnologia os clientes estão utilizando cada vez mais o serviço de reservas, inclusive no setor moteleiro. Isso porque existem sites e aplicativos que permitem que as pessoas reservem uma suíte de motel com antecedência, evitando filas e o risco de não ter vagas no estabelecimento de preferência.

Portanto, escolher a suíte na porta do motel de acordo com a disponibilidade do estabelecimento é um hábito que tende a ficar no passado. É essencial que você entenda como utilizar e, inclusive, gerenciar esse recurso de forma a se manter alinhado às demandas do mercado e, com isso, garantir um bom posicionamento do negócio perante a concorrência.

Por que investir no serviço de reservas

Investir no serviço de reservas traz uma série de benefícios para o seu motel. Entenda um pouco mais sobre os principais deles!

Gera praticidade e conforto para os clientes

Quando você oferece a opção de reservas para os seus clientes, agrega valor aos serviços uma vez que garante praticidade e conforto. Isso porque eles podem reservar a suíte de preferência com antecedência, sem a necessidade de enfrentar filas na entrada do motel, garantindo que terão a experiência que desejam no seu estabelecimento.

Coloca o seu motel a frente da concorrência

O serviço de reservas, apesar de estar crescendo, ainda é novo no setor moteleiro. Portanto, quando você adere a esse recurso, mostra que está atento às tendências de mercado e ainda cria um diferencial competitivo para o seu negócio, se destacando da concorrência perante o público.

Potencializa os seus lucros

Por ser um serviço que agrega valor ao seu negócio, as reservas podem ser mais uma forma de encantar e conquistar os seus clientes. Com isso, você não apenas atrai mais pessoas para o motel, como também aumenta as chances de cultivar clientes fiéis. Tudo isso impacta diretamente na rentabilidade do negócio, potencializando os lucros.

Como funcionam as reservas em motéis

Mas, você pode estar se perguntando: como funcionam as reservas em motéis na atualidade? Quais são as formas preferidas entre os clientes e os moteleiros? É exatamente isso que descobrirá agora!

Existem diversas formas de implementar o sistema de reservas no seu motel. A mais comum e, também, mais tradicional, é o contato direto com o estabelecimento. Nessa modalidade, o cliente entra em contato com o seu motel por meio de telefone, mensagem ou e-mail, por exemplo. A partir disso, um colaborador deve reservar manualmente a suíte escolhida, de acordo com o dia e horário preferido por ele. Alguns estabelecimentos pedem, inclusive, que o cliente deposite um valor para garantir a reserva e evitar a perda financeira do motel.

Parece complicado, não é mesmo? E é! Não é à toa que esse serviço não era muito utilizado há alguns anos atrás. Porém, existem outras formas de realizar esse processo utilizando a tecnologia a seu favor.

É o caso do Guia Go, um aplicativo desenvolvido especificamente para o setor moteleiro. Ele mostra os motéis próximos aos clientes e permitem que eles escolham e reservem uma suíte. O pagamento é feito pelo aplicativo e o cliente tem um tempo, pré definido pelo motel, para se deslocar até o local e aproveitar a reserva.

A importância de ter a tecnologia e automação como aliadas

O serviço de reservas traz diversos benefícios e se mostra como uma grande tendência no setor moteleiro. Porém, na hora de implementá-lo, você pode encontrar algumas dificuldades, principalmente relacionadas à gestão desse recurso.

Para entender melhor, imagine que um cliente realizou uma reserva no seu motel por telefone, mas o seu colaborador esqueceu de registrá-la. Pode ser que ele chegue e a suíte esteja ocupada ou, até mesmo, reservada para uma outra pessoa. Outro problema também pode estar relacionado ao pagamento, principalmente para motéis que pedem que um depósito seja feito para garantir a reserva. Esse processo pode fazer com que você não tenha controle sobre quais reservas já foram pagas, gerando problemas financeiros e, até mesmo, situações desconfortáveis com os clientes.

É aí que tecnologia e automação entram como grandes aliadas da gestão de reservas em motéis. Diante de todos esses problemas, imagine um software que garanta controle sobre todas as reservas e, inclusive, recebimentos do motel. A maioria das dificuldades poderia ser solucionada facilmente, não é mesmo?

Existem sistemas que são totalmente integrados aos sites e aplicativos de reservas. Portanto, quando um cliente utiliza o Guia Go, por exemplo, o sistema registra a reserva na suíte sem a necessidade de nenhuma intervenção humana. Isso também é possível no site do Guia de Motéis, através do serviço de desconto Cupom Digital.

O recurso de reservas em motéis está em crescimento e a tecnologia é uma das principais responsáveis por isso. Dessa forma, para se manter competitivo no mercado é importante que você considere oferecer também esse serviço para os seus clientes. Na hora de realizar a gestão do novo processo, a tecnologia pode ser sua grande aliada, principalmente quando se fala em softwares de gestão que permitem integração com sites e plataformas de reservas de forma automática, sem a necessidade de intervenção humana.

Quer conhecer um software desse tipo? Então, solicite um orçamento no site da Sismotel agora mesmo e aproveite esses e outros recursos que o nosso sistema oferece!

Continue lendo →
Entenda o poder da segurança da informação em seu motel

Existem diversas ferramentas e processos que podem ser implementados no seu motel para garantir a segurança da informação. No entanto, é importante lembrar que, para cada negócio, há uma combinação diferente de estratégias, uma vez que a ideal depende das necessidades específicas da sua empresa.

Conheça as principais delas e descubra quais são as melhores para você. Tenha uma ótima leitura!

O que é segurança da informação?

No seu motel, você provavelmente tem computadores ou outros dispositivos móveis que utiliza para realizar processos de atendimento ao cliente ou de gestão. Além disso, eles devem ter acesso à internet, e pode ser, inclusive, que você armazene uma série de dados e informações em plataformas ou softwares online.

Apesar de ser essencial para o bom funcionamento do negócio, essa tecnologia está sujeita a ataques virtuais, envolvendo roubo de informações ou danos aos equipamentos. O conjunto de estratégias utilizadas para identificar esses riscos e prevenir a empresa deles é chamado de segurança da informação.

Esses processos envolvem tanto o diagnóstico dos possíveis problemas aos quais o seu motel pode estar sujeito quanto as estratégias que você utilizará para evitar que eles se concretizem.

Por que a segurança da informação é importante?

As informações de que você dispõe no seu motel são muito importantes por diversos motivos. Em primeiro lugar, elas contam a história do estabelecimento e evidenciam o funcionamento do negócio, as estratégias que funcionaram, os erros ao longo dos anos e, inclusive, a situação atual do motel. A partir desses dados, é possível fazer projeções, saber a métrica e, até mesmo, verificar se a economia está indo bem ou não.

Além disso, elas também podem ser sigilosas, como dados relacionados aos clientes ou dados bancários do negócio, essenciais para o bom funcionamento do empreendimento, mas que não podem ser divulgados para o público. Por fim, os equipamentos utilizados também são um investimento do motel e foram adquiridos com os recursos financeiros do negócio.

É aí que entra a importância da segurança da informação. Por um lado, os seus dados são valiosos para a continuidade e para o sucesso do empreendimento e, dessa forma, qualquer perda pode custar caro.

Além disso, a divulgação de informações sigilosas pode causar uma série de transtornos para o motel, como processos por parte de clientes e colaboradores, problemas com a imagem do negócio e, até mesmo, a exposição da sua empresa para os concorrentes. Por fim, é importante lembrar que os ataques virtuais ainda podem danificar os seus equipamentos, trazendo prejuízos.

Olhando dessa forma, é possível perceber que a segurança da informação deve ter atenção especial dentro de qualquer empresa, inclusive no seu motel. Principalmente porque os cibercrimes estão aumentando a cada ano, tendo crescido 14% em 2019.

Quais as melhores estratégias para a segurança da informação?

Antivírus

Uma das ferramentas para garantir a segurança da informação no seu motel é o antivírus. Aqui, é importante que você entenda que ele precisa ser bom, com garantia de que bloqueará os ataques virtuais que você pode sofrer. Dessa forma, invista em um antivírus pago de qualidade para o seu negócio.

Serviços de empresas especializadas

Contar com uma empresa especializada em segurança da informação também é uma ótima estratégia. Isso porque é preciso ter um técnico capaz de realizar manutenções e conferir os seus equipamentos de forma a garantir que os seus dados continuam seguros.

Firewall

O firewall é uma ferramenta simples, mas bastante útil. Isso porque ele bloqueia o acesso a sites ou a plataformas não seguras, ou seja, que podem trazer algum tipo de ameaça para o seu equipamento ou rede.

Separação das redes do motel

Muitos ataques cibernéticos acontecem por meio das redes de wi-fi. Isso porque os criminosos conseguem acessar a rede e, por meio dela, todos os equipamentos conectados, roubando dados ou invadindo as máquinas.

Dessa forma, é importante separar as redes do motel, reservando uma para o uso dos clientes e uma específica para o uso da gestão. Com isso, você diminuirá os riscos de que alguém acesse seus dados por esse meio.

Backup de informações

Por fim, realizar backups regularmente também é uma ótima forma de garantir a segurança das informações. Isso porque você garante que, mesmo diante de um ataque, ainda haverá acesso aos dados do seu motel. O backup deve ser realizado em dispositivos físicos como HD externo e até mesmo em nuvem. Veja algumas dicas de como fazer um backup perfeito.

Como promover a cultura da informação na empresa?

Além de investir em estratégias eficientes para garantir a segurança da informação, é importante investir em toda uma cultura da informação dentro da empresa. Isso significa que não basta realizar ações pontuais, mas é necessário engajar todo o time de colaboradores nessa estratégia e revisar a segurança dos seus dados periodicamente.

Contar com uma empresa especializada para prestar serviços de revisão das suas estratégias e de monitoramento dos equipamentos periodicamente é uma forma de fazer isso. Também é importante conscientizar a equipe sobre essas estratégias de maneira a engajar todos em ações de proteção aos dados, evitando o acesso a sites suspeitos e fazendo o backup de dados importantes.

A informação pode ser central para o bom funcionamento e o sucesso do seu motel. No entanto, ela está sempre correndo riscos devido ao aumento no número de ataques cibernéticos. Portanto, invista em estratégias eficientes para garantir a segurança da informação e aproveite para utilizar os dados a seu favor dentro da empresa, tanto para analisar a situação atual do negócio quanto para identificar problemas ou oportunidades.

Continue lendo →
UEPS, PEPS e custo médio: como são aplicados ao controle de estoque

Utilizar uma metodologia de controle de estoque é essencial para evitar perdas e garantir uma gestão de qualidade no seu motel. UEPS, PEPS e custo médio são três metodologias de controle de estoque que podem ser aplicadas no negócio. Cada uma é adequada para determinado tipo de produto, e conhecer o funcionamento delas é essencial para que você escolha a melhor para o seu empreendimento.

Continue a leitura e descubra como esses conceitos são aplicados ao controle de estoque de motéis!

UEPS

UEPS é a sigla para “Último a Entrar, Primeiro a Sair”. Nessa metodologia, os últimos produtos a entrar (ou seja, os mais novos) são os primeiros a sair do estoque.

Para entender melhor como isso funciona no estoque de um motel, imagine que você comprou, no dia 10/01, uma caixa de um produto de limpeza. Os seus funcionários utilizaram metade dos produtos e, no dia 10/02, você compra mais uma caixa. No estoque, é necessário começar a utilizar a última caixa comprada, interrompendo o uso da primeira caixa, comprada no dia 10/01.

Essa metodologia não serve apenas para determinar a saída de produtos em estoque, mas também o preço da mercadoria. Isso porque ela determina que o preço total será o do último lote comprado que, geralmente, é mais caro do que os primeiros. Isso supervaloriza os produtos em estoque e faz com que os seus lucros, na hora de calcular o preço final para o cliente, sejam maiores. Porém, não pode ser utilizada em relatórios fiscais, uma vez que a legislação brasileira proíbe essa supervalorização.

PEPS

O PEPS, sigla para “Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair”, funciona em uma lógica inversa ao UEPS. Isso significa que os primeiros lotes dos produtos devem ser os primeiros a serem consumidos. Dessa forma, no exemplo da compra do produto de limpeza, você deveria terminar de utilizar a primeira caixa para, só depois, começar a utilizar a segunda.

O mesmo acontece para o preço do estoque. O valor calculado será o valor real. Isso significa que, se você comprou uma mercadoria por R$ 20,00, esse será o valor considerado na hora de realizar o cálculo do lucro que obteve com a revenda desse produto.

A vantagem desse método é que é possível calcular o lucro real obtido com a venda de cada mercadoria. Além disso, no caso de produtos perecíveis, você evita que eles fiquem parados no estoque e passem da validade, uma vez que o produto mais antigo deve ser o primeiro a ser retirado do estoque.

Contabilidade básica para motéis

Custo médio

A última metodologia para gestão de estoque é a chamada custo médio. Ela não leva em consideração a ordem cronológica de entrada da mercadoria em estoque, o que significa que não determina qual produto sai primeiro. Porém, é muito utilizada para o cálculo do valor de estoque e do lucro de venda dos seus produtos.

Para entender como funciona, imagine que comprou 10 unidades de um produto por R$ 2000,00 no dia 10/01. Já no dia 12/01, você comprou mais 10 unidades por R$ 2200,00 e, três dias depois, mais 10 unidades por R$ 1800,00. No final, você tem 30 unidades do mesmo produto em estoque e gastou, no total, R$ 6000,00. Portanto, o custo médio da unidade desse produto em estoque seria de R$ 200,00.

Utilizar uma metodologia de gestão de estoque é essencial, tanto para organizar a entrada e saída de mercadorias, quanto para calcular o lucro obtido com as vendas no seu motel.

Não existe uma regra para decidir qual metodologia — UEPS, PEPS ou custo médio — é a mais indicada em um motel, uma vez que isso depende do tipo de mercadoria que você compra, da variação dos preços ao longo do tempo e, até mesmo, da rotatividade de produtos no seu estoque. Porém, com essas informações, é possível tomar uma decisão sobre qual delas é a mais adequada para o seu negócio!

Gostou do conteúdo? Aproveite para ler também nosso próximo artigo e descubra os problemas de um estoque parado.

Continue lendo →
4 tendências de mercado para investir em 2020!

Um novo ano começa e, com ele, chegam as próximas tendências para ficar de olho e inovar no seu motel. Entender quais são elas é essencial para que você se mantenha atualizado no mercado moteleiro e, com isso, continue crescendo e atraindo clientes para o estabelecimento.

Mas, você sabe o que vai estar em alta em 2020? Entende quais são os pontos de atenção aos quais deve ficar atento no próximo ano? Se não, está na hora de descobrir!

Leia o artigo e descubra as 4 tendências do mercado moteleiro para investir em 2020!

1. Personalização das experiências

Uma das principais tendências do setor moteleiro é o investimento em experiências personalizadas para os seus clientes. Isso porque o público que frequenta motéis mudou muito ao longo do tempo. Na atualidade, os clientes não buscam apenas um local para passar o tempo, mas sim uma experiência que permita que eles fujam um pouco da realidade da cidade e aproveitem momentos únicos no seu motel.

Portanto, fique de olho nessa tendência e comece agora mesmo a investir em experiências únicas para os seus clientes. Para isso, entenda mais sobre o seu público e o que ele deseja, e pense fora da caixa na hora de inovar, tanto na construção e decoração das suas suítes, quanto nos serviços que você pode oferecer no seu motel, como experiências gastronômicas e tecnológicas por exemplo.

2. Garantir a privacidade dos seus clientes

Uma outra tendência que chega com tudo em 2020 é a garantia da privacidade dos seus clientes. Essa sempre foi uma demanda de quem frequenta motéis, porém, nesse ano, ela se torna ainda mais evidente, ganhando centralidade nos processos do estabelecimento.

Portanto, busque por formas de tornar a experiência do seu cliente cada vez mais privada. Uma das formas de fazer isso é automatizar a recepção, por exemplo. Outros serviços também podem ser automatizados, utilizando ferramentas tecnológicas adequadas.

3. Use a tecnologia a seu favor

Por falar em automatização e ferramentas tecnológicas, a tecnologia é outra tendências que ganha destaque em 2020. Na era digital, na qual a internet e os dados são centrais para o funcionamento de grande parte dos negócios, a tecnologia entra no setor moteleiro como uma grande parceira, permitindo a melhoria dos processos e do atendimento ao público e garantindo uma maior eficiência na gestão do seu negócio.

Programa de Fidelidade também está em alta. Invista num programa de fidelidade que permita com que seu cliente acumule e resgates pontos e troque por hospedagem, isso o tornará ainda mais fiel ao seu motel. Fique sempre atento às novidades da área para garantir um motel moderno e conectado à essas tendências do mercado.

4. Identidade própria

Por fim, uma outra tendência para 2020 é a criação de uma identidade própria para o seu motel. Se a cama redonda e espelho no teto eram a principal característica da maioria dos motéis de alguns anos atrás, hoje a situação é bem diferente. A tendência é que cada motel se especialize em determinado perfil de público, criando uma identidade própria, que permite que ele se destaque de todos os outros.

Isso reflete na estrutura e decoração das suítes, fachada externa, tipo de experiências que disponibiliza para os clientes, entre outros elementos. O público se identifica com essa identidade e, com isso, se torna cliente fiel do motel. Portanto, fique atento à essa tendência e busque também criar uma identidade própria para o seu estabelecimento.

O setor moteleiro está em constante renovação, e ficar por dentro das tendências de mercado é essencial para que você se mantenha competitivo e para garantir a inovação no seu motel. Aproveite e fique atento também ao Equipotel, evento de hotelaria no qual são apresentadas as principais tendências para a área nos próximos anos. Ele irá ocorrer em setembro de 2020, em São Paulo e pode ser uma ótima oportunidade para você ficar por dentro das novidades e ainda divulgar o seu motel!

Quer conhecer um outro conceito que está ganhando destaque no setor moteleiro? Então, leia nosso próximo artigo e entenda o que é o Revenue Management em motéis!

Contabilidade básica para motéis

Continue lendo →
Legislação de motel

Em qualquer negócio, é essencial estar atento à legislação de forma a garantir que todos os processos ocorram dentro da lei e a evitar problemas com órgãos governamentais. O seu motel não é diferente, o que significa que você também precisa estar atento a esses elementos.

No entanto, quando se fala em motéis, há uma série de especificidades legais, principalmente no que se refere aos direitos dos consumidores e às reservas. Afinal, esse é um tipo de negócio bastante particular, com um atendimento aos clientes e horários de funcionamento específicos.

Você sabe quais são os pontos mais importantes da legislação de motel? Continue a leitura e descubra agora mesmo!

As leis que regulamentam o funcionamento de motéis

O primeiro ponto que você precisa entender sobre a legislação de motel é que não existe uma lei federal que trate exclusivamente sobre motéis. A única legislação sobre o assunto trata a respeito da proibição da entrada de crianças e adolescentes nesse tipo de estabelecimento, mas não há nada sobre regras de funcionamento.

Quem regulamenta o funcionamento desse tipo de negócio é o estado (ou os municípios). Além disso, algumas leis referentes aos hotéis podem ser aplicadas no setor moteleiro, dependendo do modelo de negócio proposto pelo empreendedor. Portanto, para entender a legislação de motel, é importante unir elementos do setor hoteleiro com leis próprias da região na qual você mantém um estabelecimento.

As leis do setor hoteleiro e a aplicação para motéis

A principal lei referente ao setor hoteleiro é a Lei nº 11.771, referente aos serviços de turismo. Uma das suas subseções trata acerca de meios de hospedagem, o que inclui hotéis, pousadas e outros estabelecimentos do tipo.

Os motéis não são, originalmente, considerados como meios de hospedagem. No entanto, os novos conceitos no setor moteleiro — como Urban Resort e Retrofit — e a atuação desses estabelecimentos, principalmente durante os grandes eventos que aconteceram no Brasil nos últimos anos, fazem com que a ABMotéis — Associação Brasileira de Motéis — esteja lutando por esse reconhecimento junto ao Ministério do Turismo.

É, portanto, importante que você entenda alguns aspectos dessa legislação. Os principais são:

  • necessidade de obter uma licença de funcionamento perante os órgãos governamentais;
  • necessidade de cumprir regras de segurança contra os riscos aos quais podem ser expostos os colaboradores e clientes;
  • necessidade de cadastro no Ministério do Turismo, o que é exigido para hotéis, mas ainda não é uma exigência para a maioria dos motéis.

Uma curiosidade acerca dessa lei é a exigência, por parte do Ministério do Turismo, de que os meios de hospedagem forneçam relatórios com taxa de ocupação, perfil dos hóspedes, permanência média, entre outros indicadores.

O direito do consumidor aplicado a motéis

Outra legislação que deve ser levada em consideração no setor moteleiro é o Código de Defesa do Consumidor. Afinal, o motel é um estabelecimento comercial que presta serviço à sociedade. Dessa forma, os seus clientes se enquadram na descrição de consumidores e, por isso, precisam ter respeitados os seus direitos.

Entenda, agora, os principais aspectos dessa legislação:

  • os consumidores têm direito à proteção, o que significa que você é responsável pela eliminação de possíveis riscos que o seu motel possa oferecer;
  • os seus clientes também têm direito à informação, de forma a tomarem decisões sobre consumir ou não determinado serviço sem nenhum impedimento;
  • a propaganda enganosa ou as práticas abusivas são proibidas segundo essa legislação;
  • o cliente também precisa ser protegido contra qualquer dano patrimonial ou moral dentro do seu motel.

Além do Código de Defesa do Consumidor, é importante que você também esteja atento a alguns outros elementos relacionados aos direitos do seu cliente. Em primeiro lugar, o artigo 649 do Código Civil afirma que os meios de hospedagem são responsáveis por qualquer furto de pertences de clientes que estejam no local.

Como há essa brecha em relação a motéis serem ou não meios de hospedagem, é importante que você esteja sempre atento a essa possibilidade e busque formas de proteger os seus clientes.

Contabilidade básica para motéis

A legislação de motel nos estados brasileiros

Essas são as obrigações do seu motel segundo a legislação nacional, mas existem outros elementos que devem ser considerados de acordo com a região onde você atua. A vistoria sanitária, por exemplo, é uma exigência da maioria dos estados brasileiros, com uma série de critérios que precisam ser avaliados para garantir que o seu motel está em perfeitas condições em relação à saúde e à higiene.

Também existem cidades que determinam regiões nas quais os motéis não podem ser instalados, dando preferência para a zona rural. Além disso, é importante que você esteja atento a esses aspectos de forma a evitar investir em uma região na qual o seu negócio não pode ser instalado.

Para além disso, alguns estados têm leis curiosas a respeito do setor moteleiro. Em 2017, no Rio de Janeiro, por exemplo, um projeto de lei propôs a exigência de nome completo e CPF de todos os clientes que desejassem utilizar um motel. Isso trouxe polêmica para o setor, uma vez que essa exigência podia comprometer o sigilo dos estabelecimentos com os clientes. No município de São Paulo é obrigatório a retenção da identidade dos clientes durante a sua estada no motel.

Já no estado de Pernambuco, a legislação exige que os motéis garantam acessibilidade em suas suítes. A exigência é de que, pelo menos, 2% das suítes sejam adaptadas. Apesar do baixo percentual, essa foi uma grande conquista para as pessoas que apresentam alguma dificuldade de mobilidade.

Já na Bahia, há uma exigência de que todos os serviços de hospedagem — incluindo os motéis — que ofereçam café da manhã incluso no valor da diária, tenham uma opção adequada para pessoas com diabetes.

Portanto, como você pôde perceber, a legislação de motel é bastante complexa. Isso porque esse estabelecimento apresenta características muito particulares, podendo ou não ser enquadrado como um serviço de hospedagem.

Dessa forma, além de ficar atento à legislação da sua localidade, você pode investir também em tecnologia no seu motel. Isso porque existem ferramentas que podem ser suas maiores aliadas na hora de atender às exigências legais e, até mesmo, fiscais do seu motel, garantindo o total cumprimento do que é exigido, evitando problemas com órgãos governamentais.

Gostou do artigo sobre legislação de motel? Então, aproveite para ler mais um conteúdo do nosso blog e descubra como aumentar o ticket médio em motéis.

Continue lendo →
  • Meu amigo Romulo, acho que já elogiei, mas gostaria mais uma vez de elogiar vc e sua equipe, sei que é obrigação de uma boa empresa prestar um bom serviço, mais isso tenho vivenciado na MICROTECS, conseguimos ficar tranquilo com relação a nossas demandas, independente de ser demanda ou solução de problemas.

    Rodrigo Parente, Motel UP / CE

  • Os resultados com economia de energia giram em torno de 25 a 30% ou mais. Já em relação a segurança antifraudes, ai sim os resultados foram bem expressivos, acima dos 60%, eu Claudiomir, digo que passa dos 70%, hoje nem penso em ficar sem esta Automação e muito menos sem o sistema , fora de cogitação, os resultados realmente foram bem satisfatórios, grau de satisfação 100%.

    Felipe, Yes Motel / ES

  • Não podemos dizer ao certo o quanto economizamos com energia após a instalação da automação elétrica. Porém, posso garantir que os números foram positivos e satisfatórios em relação a fraudes, este foi o motivo por optarmos em instalar o Sismotel e a automação e estes números ultrapassam os 70% com certeza. Hoje seria impossível trabalhar sem a automação e o sistema Sismotel, pois a logística operacional mudou, ficou eficiente e rápida. Estamos muito satisfeitos. Parabéns a Microtecs e Toda sua Equipe!

    Junior, proprietário. Motel Fly / ES

  • …atendeu todas as nossas necessidades levando um sistema inviolável e seguro além de trazer uma economia em todos os aspectos gerenciais do Motel, desenvolveu um sistema de gerenciamento de energia dentro das Suites proporcionando uma economia de mais de 30% na conta de Energia… Obrigado pela parceria e desejo que continuem com a mesma dedicação de sempre!

    Attila Miranda Barbosa, proprietário do Recanto Motel / ES